27 de setembro de 2010

Bola


Como ainda não vejo, observo, mastigo, respiro... o suficiente do "desporto rei" arranjei um novo hobby. Levar o primogénito aos treinos de futebol! Possivelmente há quem se pergunte, como eu perguntei: Assim tão novo, já há futebol para ele?




Pois é, há escolinhas de futebol (chamam-lhes escolinhas porque os meninos que jogam lá são pequeninos, jogam com bolinhas, têm camisolinhas,etc, pronto! Não sei porque é, mas já estou a divagar) a partir dos 4 anos. Ao contrário do que se possa pensar têm muitas crianças e, pelo menos aquela escolinha (que para já é a única que conheço, mas quando abrir o mercado de Inverno, possivelmente e com o potencial que o meu rapaz tem para a bola deve ser assediado para outros clubes, outras escolas, e eu como pai, tutor e empresário dele terei que estudar as propostas, nacionais e do estrangeiro!) parece relativamente organizada.




Recapitulando, após e durante o Mundial 2010 o Guilherme ganhou algum gosto pelo futebol, que foi intensificado pela caderneta do Mundial e pelo equipamento de Portugal que o avô lhe deu nos anos.




Após isto, e devido à nossa afinidade com membros do Clube surgiu a hipótese de ir experimentar um dia os treinos, situação essa que, nós fomos adiando mas o atleta nunca esqueceu, relembrando-nos até à semana passada, dia em que tivemos oportunidade de o levar aos treinos.




Após alguns momentos de renitência e vergonha, como é próprio do Guilherme, e como já estávamos no Clube fui saber informações e se havia possibilidade de experimentar os treinos. Fui encaminhado para o mister Tiago, responsável no relvado, e depois com o mister Tiago fomos ter com o mister João que é o responsável por "aturar" os meninos da idade do Guilherme (diz-se misstér e não da forma inglesa que tentei ensinar ao meu filho após ele me ter corrigido. Aprende bem e depressa o dialecto do futebol!). Devo dizer que ambos foram extremamente simpáticos, atenciosos e conseguiram transformar a vergonha usual e inicial do Guilherme em "fome de bola", dai para a frente foi vê-lo a correr, saltar, chutar, qual Messi ou Cristiano Ronaldo, ali estava Guilherme, o craque, conforme podem comprovar no vídeo que se segue, da minha autoria, sim, porque a Sport TV ainda não estava lá para registar o feito!!
video
Devo dizer que neste vídeo existem alguns pormenores técnicos de valor, o controle de bola, uma rabona a ele próprio, a potência do remate a mudança de velocidade, mais se veria se a qualidade do vídeo não fosse de um mísero telemóvel.




Hoje, tenho que ir comprar umas chuteiras para o craque. A febre do futebol chegou cá a casa!


Agora, e se me permitem vou estudar a táctica do losango, métodos de optimização de treino, possíveis transferências..., tudo isto a pensar na reforma, claro!



Para terminar não posso deixar de citar um grande senhor do futebol e que indirectamente tem algo a ver com este post (sim, malta da Sport TV vocês vão perceber esta à primeira!)

Futebol é isto...
Enviar um comentário